TratBem Blog – Tratbem

O seu canal de interação com o Tratbem

Razões para uma grávida não fumar

grávida fumanteSegundo o ginecologista responsável pela área de reprodução humana da Criogênesis, Dr. Renato de Oliveira, não existe nenhum nível seguro para a exposição ao cigarro. “Quando a grávida fuma um cigarro, em apenas uma tragada, mais de quatro mil substâncias tóxicas chegam até os seus pulmões e são liberadas para a corrente sanguínea. O coração bombeia o sangue para todo o corpo da mãe e do feto, inclusive. A placenta, por sua vez, não consegue impedir a passagem dessas substâncias. Além disso, tal processo também impede a passagem de alguns nutrientes através da placenta e, como resultado, pode ocorrer uma série de problemas para a saúde do feto”.

O especialista ainda acrescenta que os riscos, entretanto, não decorrem somente da dependência de fumar da mãe. “Mesmo fumando passivamente, a grávida corre sérios riscos de ter um aborto espontâneo, de dar à luz antes da hora, do bebê nascer com baixo peso e altura, com riscos de má formação e complicações cardíacas”.

É importante que a grávida não tenha vergonha de sair de perto de um fumante ou pedir para que ele apague o cigarro, uma vez que é prejudicial não só para as crianças em todas as fases da vida, mas também para os adultos. Por isso, a recomendação é parar de fumar, indica o especialista.

Mais informações: http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/agencianoticias/site/home/noticias/2016/razoes_para_nao_fumar_antes_durante_nem_depois_da_gravidez

Postagem por Isabele Assunção, psicóloga do TratBem.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *