TratBem Blog – Tratbem

O seu canal de interação com o Tratbem

Peso do cigarro no orçamento familiar é quase o mesmo do feijão com arroz

pexels-photo-168024-largeO cigarro compromete, em média, 1,08% do orçamento mensal das famílias brasileira, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O percentual é quase o mesmo do destinado às compras de feijão carioca e arroz, que respondem por 1,12% do IPCA. Esses dados fazem parte da metodologia de cálculo da inflação oficial do país.

Pelos dados do IBGE, a fatia do orçamento destinada ao cigarro é três vezes maior do que a destinada à batata, por exemplo, e 13,5 vezes maior que aquela que vai para o cafezinho.

Em entrevista à Agência Estado, Eulina Nunes, coordenadora de Índices de Preços do IBGE, lembrou, porém, que o peso do cigarro no orçamento do brasileiro já foi bem maior: há 20 anos, chegava a 1,4%. No entanto, de lá pra cá, o produto ficou 447,17% mais caro, o que explica — além das campanhas de conscientização sobre os malefícios que o fumo traz à saúde — o corte do item no orçamento. “Isso é principalmente aumento de imposto. Não só para aumentar a arrecadação, mas, por ser considerado um item supérfluo e prejudicial à saúde, aumentou muito a tributação como uma política mesmo. Mais de 70% do preço do cigarro são impostos”, disse Eulina.

Fonte: http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/agencianoticias/site/home/noticias/2016/peso-do-cigarro-no-orcamento-familiar-e-quase-o-mesmo-do-feijao-com-arroz

Postado por Isabele Assunção, psicóloga TratBem.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *