TratBem Blog – Tratbem

O seu canal de interação com o Tratbem

O cigarro pode aumentar o risco de catarata e perda de visão

catarataDados da Pesquisa Nacional de Saúde, elaborada pelo IBGE, mostram que o tabagismo é um dos principais fatores de risco evitáveis à saúde, podendo contribuir para o desenvolvimento de doenças crônicas como câncer, pneumonia, asma, além de problemas oculares como catarata e cegueira. O estudo indica ainda que o Brasil conta com 21,9 milhões de usuários ativos e passivos da droga.

O Dr. Emerson Dutra, oftalmologista do Visão Institutos Oftalmológicos, em Brasília, diz que fumantes crônicos estão mais suscetíveis à perda da visão. Ele alerta que o tabaco pode causar desde sintomas mais simples (alergias oculares, ressecamento nos olhos e vermelhidão), até complicações mais graves, como glaucoma e degeneração da mácula. “Existem mais de 4.000 toxinas na fumaça do cigarro. Elas podem causar alteração na circulação e consequente diminuição da oxigenação, acarretando em alterações nas células do cristalino, que implica no desenvolvimento de catarata, alterações retinianas, podendo levar até mesmo à cegueira”, explica.

Outra característica comum é a vermelhidão ocular (hiperemia), complicação que pode ser desenvolvida a partir do uso contínuo do tabaco e através da fumaça. “Estímulos agressivos como a fumaça do cigarro alteram a conjuntiva bulbar (superfície branca dos olhos), fazendo com que a vascularização seja afetada tornando os vasos locais mais grossos. Além disso, causa o espessamento da conjuntiva criando a pinguécula e o pterígeo, famosa carne nos olhos. Doenças mais graves como a degeneração macular relacionada à idade (DMRI), enfermidade que leva desde a distorção até à perda parcial da visão também podem aparecer”, explica o especialista.

Responsável não somente por problemas à saúde, o cigarro diminui a eficácia de tratamentos oculares. “É comum que os pacientes fumantes procurem o oftalmologista frequentemente, relatando sempre os mesmos sintomas. Isto acontece porque o tratamento relacionado ao tabagismo não surte o efeito esperado se o paciente não parar de fumar”, pontua.

Fonte: http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/agencianoticias/site/home/noticias/2016/cigarro-aumenta-risco-de-catarata-e-perda-de-visao

Postado por Isabele Assunção, psicóloga TratBem.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *